QUEM SOMOS?


A Paraíba Recebe o Mundo pelo Porto Mais Oriental das Américas
20130118112453

 

O Porto de Cabedelo, com sua posição privilegiada e perfeita integração dos modais marítimo, ferroviário e rodoviário, constituí-se na melhor opção logística da região Centro Nordeste, estendendo sua área de influência para além das divisas do Estado da Paraíba.Além de vários terminais retroportuários na zona contígua à do porto organizado, sua estrutura competitiva é símbolo de baixos custos, e mão-de-obra qualificada.

Estrutura Competitiva:

  • Cais de 602 metros de extensão,
  • Calado de 11 metros em homologação,
  • Silagem para 35.000 toneladas de grãos,
  • 14.000m² de armazéns cobertos,
  • 18.000m² de pátios.

O Caminho para o Desenvolvimento

 

20130118111417

O Porto de Cabedelo é servido pela Companhia Ferroviária Transnordestina, com seus 4.238 km de extensão de malha ferroviária, ligando-o aos Estados: Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Pernambuco,  Alagoas, Sergipe, além de Estados de outras regiões.

O terminal paraibano também tem à sua porta a rodovia federal BR-230 (distante 18 km do Porto), que é integrada à BR-101, permitindo a interligação com toda a malha rodoviária federal do país, permitindo assim, acesso a grandes centros, como Recife (120 km) e Natal (185 km).

 

Administração

Companhia Docas da Paraíba- Docas- PB

 

Localização

O Porto de Cabedelo fica na margem do estuário do Rio Paraíba do Norte, em frente à ilha da Restinga, na parte Noroeste da cidade de Cabedelo-PB, vizinho ao Forte de Santa Catarina.

  • Latitude: 6° 58´21″ S
  • Longitude: 34° 50´18″ W
  • Endereço: Rua Presidente João Pessoa, s/nº – Centro
  • CEP: 58100-100 – Cabedelo- PB
  • Fax:   (83) 3250-3001
  • Fone: (83) 3250-3000
  • Site: www.portodecabedelo.com.br

 

Área de Influência

Abrange os Estados da Paraíba, de Pernambuco e do Rio Grande do Norte

 

Acessos

  • Rodoviário: Rodovia Federal BR 230, integrada à BR 101 na periferia de João Pessoa (PB).
  • Ferroviário:  Companhia Ferroviária do Nordeste (CFN) malha Nordeste.

20130121152211

  • Hidroviário:
    • Fluvial:  Rio Grande do Norte, com condições de navegabilidade para embarcações com calado máximo de 6m.
    • Marítimo:  Na entrada do Estuário do Rio Paraíba do
  • 20130118114607
    • Norte está o canal de acesso com 6 km de extensão, 150m de largura e permitindo a navegação de embarcações com até 9m de calado, dependendo da amplitude das marés. A bacia de evolução possui extensão de 700m, largura de 300m e profundidade de 10m, também permitindo a manobra de navios com calado compatível ao do canal de acesso.
  • Aéreo:  Aeroporto Internacional Presidente Castro Pinto, em João Pessoa, a 45 km.
  • Dutoviário: Terminal de Armazenagem de Cabedelo Ltda – TECAB, Transpetro, operada na base da Petrobrás Distribuidora S/A, Raizen Combustíveis S.A. – licenciada da marca Shell e Esso no Brasil. Além das arredantárias citadas, o Porto de Cabedelo dispõe de um duto próprio com extensão de 400 metros com 8 polegadas de diâmetro.

 

Área do Porto Organizado

Com base na Portaria – MT n° 1.001, de 16/12/93 (D.O.U. de 17/12/93), a área do porto organizado de Cabedelo, no Estado da Paraíba, é constituída de:

Instalações Portuárias Terrestres

20130118122147

Existentes na margem direita do Rio Paraíba, desde a raiz do molhe de proteção na foz desse rio, prolongando-se até a extremidade do cais comercial, junto ao Trapiche da Baleia, abrangendo todos os cais, rampas ro-ro, docas, pontes, píeres de atração e de acostagem, armazéns, pátios, edificações em geral, vias internas de circulação rodoviária e ferroviária e, ainda, os terrenos ao longo dessas faixas marginais e em suas adjacências, pertencentes à União, incorporados ou não ao patrimônio do porto de Cabedelo, ou sob sua guarda e responsabilidade.

Infraestrutura de Proteção e Acessos Hidroviários

Compreendendo áreas de fundeio, bacias de evolução, canal de acesso e áreas adjacentes a esse até as margens das instalações terrestres do porto organizado, conforme definido no item acima, existentes ou que venham a ser construídas e mantidas pela Administração do Porto ou por outro órgão do poder público.

 

Armazéns

São 5 armazéns com uma área total de 10.000m², sendo:

  • 2 para carga geral totalizando 4.000m² ;
  • 3 para granéis sólidos, com área total de 6.000m².

 

Pátio para contêineres de carga de projeto

O Porto de Cabedelo possui em sua área primária 6.000m² de área disponível para armazenamento de contêineres e cargas de projeto.

 

Silos

 

20130118123108

 

O Porto de Cabedelo dispõe atualmente de 2 silos, com capacidade estática de 5.000 toneladas para recebimento de grãos, localizados no DI-6A, com 2.948m2 de área.

Dispõe ainda de 6 silos recém construídos, de propriedade da TOP-LOG, na área DI-6, com 4.475mde área arrendada a esta empresa, com capacidade estática de 30.000 toneladas de cevada, bem como outros grãos.

 

Tanques

20130118123724

Com relação aos tanques referentes a granéis líquidos, é incluso no espaço do porto, áreas que são arrendadas a empresas de armazenagem.

As áreas denominadas AE-2, AE-3 e AE-4 estão disponíveis ao TECAB – Terminais de Armazenagens de Cabedelo Ltda, com área total de 24.783 m2 e capacidade de armazenagem de 30.284 m3, divididas em 9 tanques.

A Raizen Combustíveis S.A. utiliza a área AI-1 com 19.051,80m2, dispondo de 6 tanques com capacidade total de armazenagem de 19.000m3 para granéis líquidos.

Na área AE-13 pode-se encontrar 2 tanques com capacidade de armazenagem para 2.900 m3e encontra-se em processo de licitação para ser arrendada.

Distribuidora Petrobras, Base de Cabedelo (BACAB) utiliza a área denominada AE-11 da zona portuária, possuindo uma topografia plana que dispõe dos seguintes dados para armazenagem e movimentação de combustíveis: 6  tanques verticais com capacidade total de armazenagem de 11.600m3 de gasolina, biodiesel e alcoóis, e 3 tanques horizontais com capacidade total de 75m3 para armazenagem de biodiesel.

 

Instalações Gerais do Porto

Cais Acostável Público, com 602 metros de comprimento, dividido em 4 berços de atracação com profundidade de 11 metros DHN:

20130118124034

 

 

  • 1 edificação cedida para ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), Polícia Federal, Ministério da Agricultura e arquivo;
  • 2 edificações cedidas ao OGMO – órgão gestor da mão-de-obra do porto;
  • 1 edificação cedida a Receita Federal do Brasil;
  • 2 subestações elétricas;
  • 1 prédio onde funciona o setor administrativo.

Energia Elétrica: Pelo cais existem 17 tomadas, com corrente 220/380 V/60 Hz.

Água: Rede com 28 hidrantes distribuídos na área portuária, sendo 12 no cais.

Linhas Férreas: Há 2.620m de linha com bitola de 1m.

Praticagem: Cabedelo Pilots e Praticagem Paraíba Ltda.

Rebocagem: Wilson Sons