ÁREA DE INFLUÊNCIA


Dado a localização do Porto de Cabedelo e sua movimentação de carga, o critério para definir as áreas de influências serão determinadas por um raio de 500 km, e baseadas no desenvolvimento de novos corredores logísticos.
A “Área de Influência” conceitual, e que atualmente é utilizada como discurso, do Porto de Cabedelo, compreende basicamente os Estados da Paraíba, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Sergipe, Alagoas e o sul do Ceará.
20121030110444

Porto Organizado

Dispõe das seguintes instalações:
  • ancoradouros,
  • docas,
  • cais,
  • pontes e píer de atracação e acostagem,
  • pátios,
  • armazéns,
  • edificações,
  • vias de circulação interna.

Bem como a infraestrutura de proteção e acesso aquaviário ao Porto como:

  • guias-corrente,
  • quebra-mares,
  • molhes,
  • canais de acesso,
  • bacia de evolução,
  • áreas de fundeio.

A Área Diretamente Afetada (ADA) para o Porto de Cabedelo corresponde às instalações portuárias terrestres, entre as quais se inserem: cais e píeres de atracação e de acostagem, armazéns, edificações em geral e vias internas de circulação. Assim como a infraestrutura marítima (sinalização) e setores aquáticos contíguos ao Porto de Cabedelo.

A Área de Influência Direta (AID) abrange, para o meio físico e biótico, a extensão do Rio Paraíba do Norte, bem como suas margens e ilhas, incluindo as áreas de fundeio e bacia de evolução do porto. No contexto socioeconômico, a AID compreende os municípios de Cabedelo e João Pessoa.
A Área de influência indireta (AII) inclui toda a região potencialmente afetada pela atividade portuária, mesmo que indiretamente. Neste caso considera-se a bacia hidrográfica do Rio Paraíba e a plataforma continental adjacente ao Porto de Cabedelo. No contexto socioeconômico, compreende o estado da Paraíba