Como Importar?


Share Button

ETAPAS:

  1. Oportunidade: De acordo com seu ramo de atividade, é importante perceber as melhores oportunidades comerciais em qualquer parte do mundo.
  2. Pesquisa de Fornecedores e Produtos: Selecionar fornecedores e colher amostras, garantindo assim, total segurança na avaliação dos bens antes da sua importação.
  3. Estudo de Viabilidade: Através de uma análise criteriosa, deve ser elaborada uma planilha financeira que descreva cada custo envolvido na operação. Com isso será possível visualizar a nacionalização dos produtos importados.
  4. Adequação da Empresa: A adequação da empresa envolve: adequação do contrato social, adequação do CNAE – (Atividade Econômica), habilitação junto a Receita Federal, habilitação do representante legal, e credenciamento junto aos demais entes anuentes caso necessário (ANVISA, Agricultura, IBAMA, etc.)
  5. Licenciamentos: Algumas mercadorias, como alimentos, medicamentos, tóxicos, químicos) entre outros, necessitam licenciamentos prévio ao embarque, de acordo com a classificação fiscal da mercadoria (NCM).
  6. Pagamentos ao Exterior: Observar o processo de remessas de divisas ao exterior para o pagamento de fornecedores, cumprindo rigorosamente os procedimentos do Banco Central do Brasil.
  7. Inspeção Pré-Embarque: Acompanhar todo o processo produtivo no exterior, colhendo amostras, acompanhando a ova do container, sempre avaliando qualitativa e quantitativamente os bens produzidos.
  8. Testes Técnicos: As amostras têm como finalidade a possibilidade da verificação visual e análises técnica do produto, através de institutos internacionais de verificação de qualidade.
  9. Dembarque da Mercadoria: Esteja atento, estude suas necessidades e seus produtos, criando uma logística porta-a-porta, atendendo, dessa maneira, os quesitos primordiais da qualidade (tempo x custo).
  10. Emissão de Documentos Aduaneiros: Após o embarque da mercadoria é realizado uma conferência documental ainda na origem, a fim de que esses documentos possam ser emitidos em conformidade com a legislação aduaneira brasileira.
  11. Liberação Aduaneira: Liberação aduaneira ou despacho aduaneiro é feito por escritórios especializados. os profissionais de sua empresa devem acompanhar o desembaraço junto à Receita Federal.
  12. Entrega da Mercadoria: Após o desembaraço aduaneiro, deve-se instruir o carregamento da mercadoria, emitindo a nota fiscal de entrada do produto ou nota fiscal de remessa para o destino final, disponibilizando-as para comercialização ou consumo.
Share Button