Porto de Cabedelo recebe visitas de estudantes potiguares e universitários de Campina


O Porto de Cabedelo recebeu nesta quinta-feira (7) a visita de estudantes potiguares do nível fundamental e de universitários paraibanos de Campina Grande.

Eles tiveram a oportunidade de conhecer o funcionamento do local e, acompanhados de servidores da Companhia Docas da Paraíba (Docas-PB), viram as operações que estão ocorrendo no local como o descarregamento de trigo e a chegada de caminhões com granito que será exportado, além de conhecer a área primária do Porto.

Os 50 estudantes do Rio Grande do Norte são do sexto ano da Escola Estadual Auta de Souza, que fica na cidade de Macaíba, na Grande Natal. A professora Márcia Marciano, que estava com o grupo, destacou que a iniciativa é uma forma de fazer uma grande aula interdisciplinar com os alunos.

“Todos estes estudantes nunca conheceram um local como este. Esta é uma ótima oportunidade para levar conhecimento para estes alunos, ainda mais com este Porto, que é o mais oriental das Américas”, frisou.

Já o estudante Diogenes Gabriel definiu a visita como “fantástica” e elogiou a quantidade de informações que receberam e a vista privilegiada que o cais possui.

Os alunos foram acompanhados pela técnica de Segurança do Trabalho, Queila Duarte; o supervisor de Segurança, Fernando Dornelas; e o chefe da Guarda, Cézar Roberto.

Universitários

Na outra visita desta quinta, estudantes do curso de Engenharia de Petróleo da Universidade Federal de Campina (UFCG) tiveram a oportunidade de conhecer na prática um pouco de como ocorre o transporte de derivados de petróleo no local.

A professora Adriana Cotrim destacou que o objetivo é trazer a parte prática para os alunos. “Em sala de aula a gente trabalha o conceito com relação ao transporte de petróleo e um dos modais utilizados é o hidroviário”.

Ao todo, 16 universitários participaram da visita técnica. Eles foram acompanhados do gerente de Operações da Companhia Docas da Paraíba, Lúcio Nunes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *