Projeto Saúde nos Portos traz à comunidade portuária diversos benefícios.


O Governo do Estado, por meio da Companhia Docas Paraíba, e o Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil realizaram, nesta quarta-feira (15), o Projeto Saúde nos Portos. O evento, que ocorreu no Porto de Cabedelo, das 8h às 17 h, proporcionou aos cerca de 400 portuários serviços como vacinação, aferição da pressão arterial, orientação postural e atendimento odontológico.

A presidente da Companhia Docas Paraíba, Gilmara Temóteo, disse que a ação teve como objetivo promover a saúde e o bem-estar da comunidade portuária. “A comunidade portuária desenvolve um trabalho que gera riquezas para o nosso Estado. No entanto, são atividades que envolvem risco, é um trabalho puxado. O evento é uma socialização, uma forma de integrar a comunidade ao Porto”, afirmou.

 

A representante do Ministério dos Transportes, Rafaela Dias, parabenizou a parceria firmada com o Governo do Estado para a realização do Saúde nos Portos. “Nós não podemos pensar um País sem a movimentação das cargas, mas muito menos sem a preocupação com a saúde do trabalhador. A gestão do Porto de Cabedelo tem promovido a responsabilidade social, realizando parcerias importantes como esta”, disse.

A coordenadora de Vigilância em Saúde do Município de Cabedelo, Elisete Pimentel, também ressaltou a importância da parceria com o Governo do Estado. “A cidade de Cabedelo tem um fluxo intenso de pessoas vindas de vários países, de outros estados. Por isso uma ação como essa, que cuida do trabalhador portuário, é muito importante na prevenção de doenças como sífilis, aids, entre outras sexualmente transmissíveis”, pontuou.

Atendimentos – Logo nas primeiras horas do evento, muitos trabalhadores já estavam em busca de atendimento. O estivador Gilson da Costa Padilha aproveitou a oportunidade para cortar o cabelo. “Eu estou achando esse evento maravilhoso. Eu, por exemplo, não tenho tempo para nada. Hoje, pude verificar a pressão, fazer exames e até cortar o cabelo”, destacou.

 

Outro beneficiado foi o auxiliar de serviços gerais Gabriel Franco Neto. Ele realizou teste de glicose e tomou a vacina tríplice viral, se protegendo contra sarampo, caxumba e rubéola. Aos 64 anos, dos quais 21 dedicados ao Porto de Cabedelo, seu Gabriel se disse satisfeito em poder contar com os serviços oferecidos pelo Projeto. “É muito bom quando a gente se sente reconhecido. Aproveitei para fazer teste de glicose, tomar vacina, ficar em dia com a saúde”, disse.

O Projeto Saúde nos Portos é organizado pelo Serviço Social do Transporte (Sest) e pelo Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Senat).

 

Fonte: Secretária de Comunicação do Estado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *